Robocop: conheça a saga do policial do futuro no mundo dos games

Segredos do Adsense

Robocop é uma popular série de filmes que também inspirou uma variedade de games ao longo dos anos. Criador em 1987, o herói recebe em 2014 seu primeiro remake, com direção do brasileiro José Padilha e ainda mais modernizado para os tempos atuais.O policial do futuro sempre utiliza seus trunfos tecnológicos para lidar com os bandidos e agora conta com ainda mais apetrechos e habilidades. Por isso, reunimos os jogos com o personagem, incluindo um recente e baseado no novo longa-metragem.

RoboCop em seu filme de 2014 (Foto: Divulgação)RoboCop em seu filme de 2014 (Foto: Divulgação)

RoboCop – 1988 – Fliperamas e consoles da época

O primeiro jogo da série foi lançado em 1988, um ano após a chegada do filme às telonas. Com bons gráficos, principalmente nos fliperamas, o game surpreendeu por apresentar uma aventura fiel ao longa-metragem e com muita ação.

RoboCop, o primeiro jogo (Foto: Reprodução/Matt Gardner)RoboCop, o primeiro jogo (Foto: Reprodução/Matt Gardner)

Um dos principais atrativos do jogo era uma fase bônus, que mudava a visão para a primeira pessoa – o game é praticamente todo em 2D de plataformas – e colocava o policial em uma sessão de treinos. Esta edição também ganhou, anos depois, adaptações no Super Nintendo, Mega Drive, NES e outros consoles.

RoboCop 2 – 1990 – Fliperamas, Game Boy, Commodore, Atari, NES e outros

RoboCop 2, o filme, gerou três games diferentes, cada um voltado para um tipo de plataforma específica. A versão de NES, Game Boy e Commodore era simples, com ação 2D em plataformas, bem similar ao anterior, mas com gráficos inferiores.

RoboCop 2 (Foto: Reprodução/Games Data Base)RoboCop 2 (Foto: Reprodução/Games Data Base)

Já a edição de computadores também seguia mais ou menos o mesmo estilo, mas possibilitava movimentação em outras direções e gráficos melhorados, além de pequenos minigames com quebra-cabeças. Por fim, a edição de fliperamas era a mais bonita, mas não seguia tão bem a história do filme.

RoboCop Pinball – 1990 – Somente máquinas de pinball

RoboCop também ganho sua própria máquina de pinball, lançada pela especialista no assunto Data East, que também era a responsável na época pelos games tradicionais do personagem nos consoles e computadores.

RoboCop Pinball (Foto: Reprodução/RoboCop Archive)RoboCop Pinball (Foto: Reprodução/RoboCop Archive)

A máquina era 100% temática e mostrava cenas dos filmes, além de frases características que apareciam no visor. Além do policial do futuro na mesa, inimigos também estavam estampados, como o robô ED 2009.

RoboCop 3 – 1993 – Master System, Mega Drive, Commodore, Super Nintendo e outros

O filme mais criticado da série se tornou um dos games mais divertidos. Apesar de seguir a fraca história com certa fidelidade, o jogo tinha algumas boas novidades, como a possibilidade dos inimigos atingir partes diferentes do corpo de RoboCop com tiros.

RoboCop 3 (Foto: Reprodução/Games Data Base)RoboCop 3 (Foto: Reprodução/Games Data Base)

Assim, se o personagem fosse muito atingido na perna, por exemplo, ela poderia começar a não funcionar corretamente, o que acarretaria problemas ao jogador. Além disso, era possível consertar o herói entre as fases.

RoboCop 3D – 1993 – Computadores

RoboCop 3D foi lançado nos computadores da época juntamente com o game do terceiro filme nos consoles. A premissa, claro, seguia a história do longa-metragem, mas tínhamos aqui o primeiro jogo da saga a utilizar gráficos em “terceira dimensão”.

RoboCop 3D (Foto: Reprodução/Lemon Amiga)RoboCop 3D (Foto: Reprodução/Lemon Amiga)

O jogo, em sua principal mecânica, era de tiro em primeira pessoa, mas misturava fases de corrida, voo livre e ainda pancadaria contra bandidos. Apesar de ser exclusivo de alguns computadores, os gráficos eram bem rústicos.

RoboCop Versus The Terminator – 1993 – Mega Drive, Game Gear, Master System, Super Nintendo, Game Boy

Pois é, RoboCop já teve um encontro com o Exterminador do Futuro. Na verdade isso ocorre, originalmente, em uma elogiada história em quadrinhos, recheada de violência e muitas sequências de ação. Aproveitando o sucesso e o auge dos dois personagens, um jogo foi lançado.

RoboCop Versus The Terminator (Foto: Reprodução/Strange Kids Club)RoboCop Versus The Terminator (Foto: Reprodução/Strange Kids Club)

Nesta aventura, a origem da Skynet de O Exterminador do Futuro é ligada à tecnologia utilizada para criar o RoboCop, e por isso, de alguma forma, os dois personagens se encontram pelo caminho. A história envolve ainda John Connor, líder da resistência humana e, claro, viagens no tempo.

RoboCop – 2003 – GameCube, PS2, Xbox, PC

Em 2003 RoboCop ganhou um novo jogo de videogame, 10 anos após sua última passagem pelos consoles ou PC. Nos EUA, porém, somente a versão de Xbox foi lançada, enquanto a Europa recebeu também edições no GameCube e PlayStation 2.

Robocop (Foto: Divulgação)Robocop (Foto: Divulgação)

 

A história é inédita e não se baseia em nenhum filme da série. O personagem controla RoboCop em uma nova missão em que precisa lidar com uma gangue que movimenta material sintético ilegal, a ponto de criar novos robôs similares a ele mesmo.

RoboCop: The Game – 2014 – iOS e Android

Pegando carona no novo filme do herói, a Glu Mobile lançou RoboCop: The Game, adaptação oficial para iOS e Android. Apesar de não ser tão bom, o jogo traz uma aventura com jogabilidade ágil e belos gráficos.

RoboCop moderno (Foto: Divulgação)RoboCop moderno (Foto: Divulgação)

Além de trazer o personagem de volta do ostracismo novamente, o game tem mecânicas de tiroteio e cobertura similares a séries como Gears of War e Uncharted. É possível utilizar diversas aparências em RoboCop, como o visual clássico ou a armadura negra que é usada no remake dos cinemas.

Por: Felipe Vinha
via Techmundo

Marlon Vaughan é um grande amante de tecnologia e sua variações, trabalha como web developer, e presta consultoria em TI para empresas de Teresina.

Sua vez de falar

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Wordpress SEO Plugin by SEOPressor